Pluto - um Deus chamado Dinheiro e a Justa Medida

Pluto - um Deus chamado Dinheiro e a Justa Medida

Viktor D. Salis

sinopse

Pluto – um deus chamado dinheiro trata do desvario e do materialismo numa Atenas decadente que despreza a justa medida (Dike). Vemos aqui personagens do cotidiano sendo ridicularizados por Aristófanes devido à sua ganância fazendo qualquer coisa por dinheiro. Sua ironia disseca o comportamento dos cidadãos, enfatizando ao mesmo tempo que a destruição da Paideia levou consigo toda a educação baseada na honra, na dignidade e na coragem de ser verdadeiro do homem helênico. A análise da obra é feita com uma Introdução e 3 partes. Aristófanes é o autor das 4 peças aqui analisadas, sendo que todas elas são abordagens irônicas e mordazes sobre a decadência ética, política e social que dominava a Atenas do IV séc. a.C. É considerado pelos autores modernos como o pai da comédia, mas na verdade era muito mais do que isso, pois sua obra está muito mais para a denúncia e a crítica.

começar a ouvir amostra Adicionar a lista de desejos

Ouça também em Ciências Humanas