Faces do martírio

Faces do martírio

- Sá Editora

sinopse

Este livro é resultado da publicação da tese de doutorado em Psicologia Clínica, defendida por Cybelle Weinberg em 2015, na PUC – SP. O trabalho de tal seriedade inaugura a "Coleção Teses Ceppan" da Clínica de Estudos e Pesquisa em Psicanálise da Anorexia e Bulimia, grupo de pesquisa e atendimento em transtornos alimentares, coordenado por Cybelle desde 2000. Uma trajetória de quase duas décadas de estudos na área do complexo tema que abrange os transtornos alimentares. A referida tese tem por objetivo relacionar fatos da vida de Santa Veronica Giuliani, que viveu na Itália na passagem do século XVII para o século XVIII, com a clínica atual da anorexia. É estabelecido um paralelo entre as relações das santas e mártires com a Igreja Católica, e das meninas anoréxicas com suas mães. Vidas marcadas pelo excesso de sofrimento e desejo de alcançar a perfeição. Interessante notar que a metodologia utilizada é a da Psicopatologia Fundamental, ou seja, escutar o que o paciente diz sobre seu pathos. Através desse método é possível utilizar fatos da vida de Santa Veronica e fazê-los dialogar com o presente da clínica da anorexia. Os diários editados da referida santa juntamente com extensa bibliografia formam uma produtiva fonte de pesquisa. Weinberg analisa a infância, a adolescência de Veronica Giuliani, a vida no convento, a doença, morte e canonização. Passo a passo a leitura de partes do diário, que nos é apresentada, traz a descrição de um "êxtase anoréxico" que é interpretado como a crença na possibilidade de uma pessoa se unir a um ideal de perfeição. Casos de automutilação e hemorragias autoprovocadas são descritos com perspicácia. Pacientes que transformam o corpo em sofrimento, que lutam para encontrar uma identidade, uma autonomia e a separação de um objeto materno intrusivo. O desejo de não desejar, a insatisfação com o próprio ego, a negação da sexualidade são características das pacientes anoréxicas.

assinar agora

Leia também em Psicologia