A cobra da laranjeira, crônicas muito azedas

A cobra da laranjeira, crônicas muito azedas

Ana Marson - Consultor Editorial

sinopse

Mau humor para levantar o astral, acidez para acabar com a azia causada por tempos estranhos, boas doses de ironia, deboche, por que não esperança. Use as crônicas da Ana várias vezes ao dia, sem contraindicações. Elas são ótimas para relaxar o leitor - ou, pelo contrário, para deixar uma pulga atrás da orelha de cada um. No fim das contas, é esse o efeito colateral que todo o autor procura.

95 páginas

Acessar agora

Leia também em História e Geografia