De mãos vazias

De mãos vazias

Conrado de Meester - Editora Vozes

sinopse

Santa Teresinha é apresentada nesta obra como uma pessoa bem humana. Teresinha não "era" santa, mas "tornou-se" santa. Assim, Teresinha cativa ainda mais e nos esclarece pela sua vida o que diz a expressão litúrgica: Mirabilis Deus in sanctis suis. É a atuação de Deus, que admiramos num santo. É o que Santa Teresinha confirma no início de sua autobiografia: "quero cantar a misericórdia de Deus". O modelo de santidade vivido por ela não é privilégio dos sacerdotes, religiosos e religiosas, mas está ao alcance de todos.

168 páginas

Acessar agora

Leia também em Esoterismo