Esaú e Jacó

Esaú e Jacó

Machado de Assis - Editora Vozes

sinopse

Esaú e Jacó foi o penúltimo romance que Machado de Assis publicou, em 1904, tendo saído a primeira edição pela Livraria Garnier. O título e a trama fazem uma grande intertextualidade com a narrativa bíblica do Gênesis, na qual encontramos a disputa entre gêmeos homônimos, filhos de Isaac e Rebeca, sendo esta o centro da disputa entre os irmãos. Na obra, Machado dá vida às querelas entre os irmãos Pedro e Paulo e, assim, como a matriarca bíblica, aqui Natividade também se coloca no centro dos conflitos familiares. É um romance que explora as ambiguidades no sentido mais amplo deste termo, já que o Conselheiro Aires, voz que faz a narração da história, deixa claro logo no início que ambos são "os dois lados da verdade", ou seja, ambos tinham as suas respectivas razões, bem como os defeitos e as limitações. A Coleção Vozes de Bolso – Literatura Brasileira se propõe a trazer ao público um novo tipo de trabalho em torno de grandes clássicos da literatura de língua portuguesa. São todos textos já canonizados pela nossa tradição, porém com alguns "aditivos" que agregam valor e força aos mesmos.

312 páginas

Acessar agora

Leia também em Ficção