Formação Continuada de Professores nas Políticas Educacionais no Brasil do Século XXI

Formação Continuada de Professores nas Políticas Educacionais no Brasil do Século XXI

Severino Vilar de Albuquerque - Editora Appris

sinopse

O livro Formação continuada de professores nas políticas educacionais no Brasil do século XXI traz à baila uma análise das ações governamentais voltadas para a melhoria da qualidade da educação no âmbito do planejamento e da gestão da educação pública. O olhar dialético adotado descortina os cenários da formação de professores, no Brasil, marcados por importantes movimentos, por um lado, em defesa da escola pública e, por outro, com objetivos de adequar as políticas educacionais e a formação de professores à reestruturação produtiva, imprimindo à educação o papel de elemento facilitador dos processos de acumulação capitalista. Em seu fulcro, a obra analisa a imp lantação das ações de formação continuada de professores em sistemas públicos municipais de ensino a partir de 2007, período que marca significativas mudanças nas políticas públicas educacionais, fortemente marcadas pelo discurso, reconfigurado, da qualidade da educação básica pública no Brasil. A preocupação deste estudo é apresentar o contexto que impulsionou as reformas que vêm se desenhando a partir da promulgação da atual LDBEN, sem prescindir de momentos históricos anteriores, e como tais reformas têm contribuído para a adoção de políticas públicas voltadas para a formação docente e para a melhoria da qualidade da educação. Como foco do trabalho, escolhi o PAR (Plano de Ações Articuladas) porque representa o atual instrumento do planejamento dos sistemas públicos de ensino, tendo na formação continuada de professores uma das suas principais prioridades. A análise destaca que a formação de professores tem ganhado, historicamente, importância estratégica para a realização das reformas que se expressam pela melhoria da qualidade da educação básica, mas que escondem o caráter eminentemente ideológico, cuja estratégia está relacionada à crise estrutural do capitalismo, que precisa criar novos meios para operar as contradições do sistema, conferindo à educação e à formação de professores importância decisiva para o crescimento econômico. A obra faz, pois, um convite a refletir sobre as políticas educacionais em curso no Brasil, neste significativo momento histórico em que a formação de professores, no âmbi to das políticas públicas educacionais, é considerada impulsionadora para a elevação dos indicadores de qualidade da educação básica pública do país.

397 páginas

Acessar agora

Leia também em Estudos e Concursos