Jardinagem do ser

Jardinagem do ser

Franklin da Silva Prata - Viseu

sinopse

Algumas vezes didáticos, outra vezes reflexivos, mas sempre profundos, os textos do Franklin são daqueles que mexem com a gente, nos tirando da zona de conforto (aquele conjunto por vezes traiçoeiro de pensamentos e/ou comportamentos que estamos acostumados a ter e que não nos levam a lugar algum). E essa talvez seja a principal característica de sua obra: mexer com a gente, revolver nossa terra, o substrato que nos define. Uma coletânea de textos cuidadosamente selecionados, cujo título não poderia ser melhor: "A jardinagem do ser". Afinal de contas, somos – cada um de nós – um imenso jardim. E a gente escolhe como quer cuidar deste jardim. Compete a nós sermos um jardim lindo, iluminado, cheio de flores e amores ou um jardim escuro, úmido, deserto e sem graça. Por várias vezes, ao final de cada capítulo, me pus à refletir sobre isso. O Franklin é um misto de várias coisas boas numa única pessoa. Ele é, por formação, um excelente psicólogo. E, por paixão, um músico, um poeta e um livre pensador. A soma dessas facetas se traduz num texto que prende o leitor, da primeira à última linha. Paulo Esteves Filho CEO da Pling.

78 páginas

Acessar agora

Leia também em Autoajuda