Lipman e os dispositivos legais para a Filosofia no Ensino Médio

Lipman e os dispositivos legais para a Filosofia no Ensino Médio

Edson Silva - Editora Dialética

sinopse

Há mais de três décadas, o Programa Filosofia para Crianças – Educação para o Pensar (PFpC), de Matthew Lipman, é uma das tentativas mais significantes de aproximação entre Filosofia e criança. Fazendo uso de uma consistente fundamentação teórica, por meio de novelas que abordam temas propriamente filosóficos, a proposta de Lipman atenta para o desenvolvimento de uma série de habilidades de pensamento, as quais, segundo o autor, são imprescindíveis ao pretendido pensar de ordem superior. Na presente obra, não trazemos por intento o desejo de levantar reflexões acerca da possibilidade ou pertinência do trabalho de Filosofia com crianças, tarefa que outros pesquisadores já realizaram à exaustão. Inquieta-nos o valor formativo da Filosofia e, nesse sentido, os objetivos da disciplina Filosofia na Educação Básica. Dessa forma, são analisados os documentos que orientam nacionalmente a Filosofia no Ensino Médio, quais sejam: os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, as Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais, as Orientações Curriculares para o Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular. Procura-se selecionar, nos dispositivos legais supramencionados, os objetivos pretendidos para a Filosofia no nível médio de ensino e, especificamente, o leque de habilidades almejadas do egresso da etapa terminal da Educação Básica. A presente obra pretende defender que as características formativas e habilidades cognitivas almejadas para disciplina Filosofia no Ensino Médio, de algum modo, estão contempladas no programa lipmaniano voltado ao Ensino Fundamental.

128 páginas

Acessar agora

Leia também em Estudos e Concursos