O ANTICRISTO DO APOCALIPSE É MUÇULMANO

O ANTICRISTO DO APOCALIPSE É MUÇULMANO

Escriba de Cristo - bibliomundi

sinopse

Este livro é uma análise que faço de uma obra ainda mais completa sobre o tema, trata-se do livro chamado: ANTICRISTO, O MESSIAS ESPERADO PELO ISLÃ, de autoria de JOEL RICHARDSON. O livro original contém ainda duas secções que não adicionei neste livro de comentários, caso os leitores deste meu livro queira se aprofundar nos pensamentos de Joel Richardson recomendo que leia o livro citado e tenha mais informações no website do Joel em: www.joels-trumpet.comToda religião foi manchada por derramamento de sangue. Mas o Islamismo é uma das poucas que manda matar quem não é muçulmano. Maomé era ladrão, estuprador e assassino.Faz tempo que ando preocupado com o crescimento do islamismo não somente populacional e geográfico, mas principalmente das atitudes radicais em especial na Europa, norte da África e Ásia. Muitos grupos terroristas que querem dominar o mundo com o argumento do ódio, da violência e do mal.Que ninguém se engane com mensagens “ocidentalizadas” de que o islamismo é uma religião de paz. Em algumas escolas as crianças são incentivadas a brincarem degolando infiéis. O que Joel Ricardson se refere aqui é algo muito sério. O espírito da época e a consciência coletiva. A humanidade em todos os tempos tem a tendência de seguir o pensamento de cardume, bando ou manada. Quando a sociedade em geral passa a aceitar uma ideia ou crença, a tendência natural é que mais pessoas considerem aquilo correto, afinal, se todo mundo está pensando assim, é porque deve está certo! Quando a onda de divórcio tomou conta do mundo ocidental, passou algum tempo as igrejas começaram a aceitar até com naturalidade o divórcio e o novo casamento como correto. Da mesma forma em alguns lugares do mundo as pessoas estão optando pelo islamismo como um movimento de massa, é o chamado “espírito da época.”A visão da estátua de Nabucodonosor sugere que logo após o império romano (as pernas da estátua) surgiria o império do Anticristo, os dez dedos dos pés da estátua. O império Romano dominou a região da Europa, o Oriente Médio e a África. Se o império do Anticristo, como continuação do império Romano, surgir na mesma área territorial do império Romano, então teremos o governo do Anticristo parte de ferro e parte de barro, o que sugere que seja parte duro como o ferro/islamismo e parte maleável como o barro/cristianismo europeu. Pensando assim, acho que a teologia escatológica evangélica tradicional consegue ser conciliada com a nova interpretação de Walid Shoebat e Joel Richardson, uma vez que as evidências que eles nos trouxeram da teológica escatológica do islamismo é irrefutável que os muçulmanos estão esperando o Anticristo para liderar o islamismo no fim dos tempos.

334 páginas

Acessar agora

Leia também em Economia