O crime do Padre Amaro

O crime do Padre Amaro

Eça de Queirós - Editora Vozes

sinopse

Quando publicou "O crime do Padre Amaro", em 1875, pela Livraria Chardron, o escritor português Eça de Queiros fez uma espécie de "declaração de guerra" ao conservadorismo da sociedade portuguesa, muito marcada pela influência ideológica e moral da Igreja Católica e da monarquia. Eça de Queiros é o principal representante do Realismo português, cuja obra já foi traduzida para mais de vinte idiomas. O crime de Padre Amaro foi considerado, em, Portugal, o maior escândalo literário do seu tempo. Provocou inúmeras reações da Igreja Católica, como ameaças de excomunhão do autor e de inclusão dele no Index Librorum Prohibitorum, o famoso índice de livros proibidos pela Igreja, ainda vigente naquela época. O ponto central do enredo deste romance é a corrupção moral de uma significativa parcela do clero português, envolvendo os membros da baixa e também da alta hierarquia. A Coleção Vozes de Bolso – Literatura Brasileira se propõe a trazer ao público um novo tipo de trabalho em torno de grandes clássicos da literatura de língua portuguesa. São todos textos já canonizados pela nossa tradição, porém com alguns "aditivos" que agregam valor e força aos mesmos.

624 páginas

Acessar agora

Leia também em Ficção