O país que não teve infância

O país que não teve infância

Antônio Callado e Ana Arruda Callado - Autêntica Editora

sinopse

São os últimos anos do governo militar, uma onda de desmandos e pessimismo paira sobre o país. Entre 1978 e 1982, Antonio Callado escreveu crônicas semanais na coluna "Sacada" da revista IstoÉ. O país que não teve infância reúne 86 desses textos, em uma seleção da jornalista Ana Arruda Callado, todos inéditos em livro. Além do panorama político, retrato de um Brasil marcado pela ditadura, a coletânea aborda também temas como religião, cultura, viagens, movimentos sociais, amigos e causas indígenas, e revela a inquietação de Callado: um perspicaz jornalista literário, intelectual antenado com seu tempo e com as mudanças do mundo. E não se assuste, leitor: aqui você vai ler a história, o que realmente acontecia, mas não pense que se trata de um livro sombrio. É a escrita de um observador atento, que acreditava no Brasil.

288 páginas

Acessar agora

Leia também em Literatura