Reflexões de um sujeito à toa

Reflexões de um sujeito à toa

Adhemyr Fortunato - Vermelho digital

sinopse

Um dia, após ler um livro, ansiei pela busca da liberdade completa. E tratei de a andar à toa. E sozinho.Conclui, afinal, que somente uma dose diária de caminhada, de bom humor e ironia (E de leitura)nos faz aturar os homens. Por isso sou uma pessoa que gosta de andar à toa. E quando me canso, sento em qualquer lugar que encontro, sem qualquer cerimonial. E leio, leio... Mas também observo. E como observo...

140 páginas

Acessar agora

Leia também em Humor